Sinfra libera passagem de vans com 11 passageiros no portão do inferno

Sinfra libera passagem de vans com 11 passageiros no portão do inferno

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT) anunciou que irá autorizar a passagem de vans com capacidade para até 10 estudantes, além do motorista, totalizando 11 pessoas, na região conhecida como Portão do Inferno. Essa permissão será concedida apenas a veículos previamente cadastrados pela Sinfra-MT e com o propósito exclusivo de transportar estudantes, sem transportar cargas.

Essa decisão foi comunicada em resposta ao Ministério Público do Estado em 27 de março. A restrição de veículos pesados nessa parte da MT-251 foi baseada em razões técnicas, levando em consideração os direitos de acesso à educação e a baixa frequência desses veículos na estrada. É importante ressaltar que vans que transportam pacientes em tratamento de saúde nunca foram proibidas de circular pela estrada, pelas mesmas razões mencionadas anteriormente.

Os pedidos de autorização de trânsito serão analisados individualmente pela Sinfra, exigindo a apresentação de documentação do veículo, documentação do proprietário e comprovação de que a van realiza o transporte de estudantes universitários entre as cidades de Chapada dos Guimarães e Cuiabá/Várzea Grande. Os documentos devem ser enviados digitalizados para o e-mail protocolo@sinfra.mt.gov.br.

Na resposta enviada ao Ministério Público, a Sinfra-MT também compartilhou informações sobre os estudos conduzidos pela secretaria na região.

Quanto aos bloqueios em caso de chuva, a explicação fornecida é que, desde 27 de dezembro, ocorreram 16 incidentes de queda de blocos, deslizamentos de encostas ou desprendimento de detritos na pista do Portão do Inferno. Todos esses incidentes foram registrados em dias de chuva e/ou ventos fortes, razão pela qual a pista continua sendo bloqueada nessas circunstâncias.

A Sinfra-MT destaca que o plano de controle de tráfego está em constante aprimoramento, visando garantir a segurança dos usuários da estrada com o mínimo de interrupção. Por esse motivo, já foi permitida uma flexibilização no tempo de interrupção em caso de chuva, desde que a equipe no local verifique que não houve queda de blocos e deslizamento de materiais.

No documento enviado, a Sinfra-MT também fornece explicações técnicas sobre o sistema de pare e siga adotado na estrada e informa que as interrupções totais de tráfego estão suspensas até o momento.

VEJA TAMBÉM O VÍDEO ABAIXO

Redação: radiocuiabanafm.com.br

Clique abaixo e leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *