Com aumentos de preços na Netflix e no Disney+, como fazer para economizar nos streamings?

Com aumentos de preços na Netflix e no Disney+, como fazer para economizar nos streamings?

Recentemente, a Netflix anunciou um aumento em suas tarifas, podendo chegar a 12%. Agora, os assinantes terão que pagar R$ 20,90 no plano mais básico e R$ 55,90 no mais caro, para acessar produções como La Casa de Papel e Bridgerton.

Essa tendência de reajustes também foi observada na Disney. A empresa informou a unificação do Disney+ e Star+, além de elevar os valores dos planos básicos de R$ 33,90 para R$ 43,90, a partir de 26 de junho.

Diante desses reajustes, como é possível economizar nos serviços de streaming sem precisar abrir mão das séries favoritas?

Algumas alternativas incluem:

E-commerce + streaming: O Meli+, da Mercado Livre, oferece o combo Disney+ e Star+ por R$ 17,99, além do Deezer Premium por 12 meses. Outras opções com descontos são o Paramount+ e o Max.

Operadoras de telefonia + streaming: As operadoras têm combinado ofertas de internet e TV a cabo com serviços de streaming, muitas vezes com descontos ou inclusão dos serviços no pacote.

Streaming + Streaming: Comprar os serviços da Disney (Disney+ e Star+) em combo sai mais barato do que assinar cada um separadamente. O Globoplay também possui pacotes com as plataformas da Disney.

Planos anuais: Em geral, é mais vantajoso assinar os planos anuais das plataformas, pois elas costumam oferecer descontos em relação aos planos mensais.

Essas são algumas opções para tentar reduzir os custos com os serviços de streaming sem abrir mão do conteúdo preferido.

-

Redação: radiocuiabanafm.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *