Chamas devoram mais de 4 toneladas de Soja em Sorriso

Chamas devoram mais de 4 toneladas de Soja em Sorriso

Na noite de sábado 25-05-2024, um incêndio de grandes proporções devastou mais de 4 toneladas de soja armazenadas em um armazém no distrito industrial de Sorriso. As chamas, que tiveram início por volta das 23h20, mobilizaram rapidamente equipes do Corpo de Bombeiros Militar (CBM), que atuaram intensamente para controlar a situação e minimizar os danos.

De acordo com o 10º Comando Regional de Bombeiros Militares (CIBM), a equipe foi acionada para responder à emergência e, ao chegar ao local, encontrou um cenário crítico: o vasto armazém, com capacidade para cerca de 4 mil toneladas de soja, estava totalmente consumido pelo fogo.

Intervenção Rápida e Eficaz

Devido à grande quantidade de material inflamável e à alta temperatura das chamas, os bombeiros tiveram que agir com extrema rapidez. Para combater o incêndio, a equipe utilizou o sistema de hidrantes do complexo industrial e contou com o auxílio da brigada de incêndio da Caramuru Alimentos, a empresa proprietária do armazém.

Após um árduo trabalho que durou cerca de uma hora, os bombeiros conseguiram controlar o incêndio. A estratégia foi crucial: utilizando as esteiras transportadoras de grãos (redler), os bombeiros completaram o armazém por cima, sufocando as chamas pela remoção de oxigênio e acúmulo de vapor de água.

Causas e Investigações

Felizmente, não houve feridos durante a operação. As causas do incêndio ainda estão sendo investigadas pela perícia técnica do CBM, que deverá apresentar um relatório detalhado sobre o incidente.

Prejuízos e Impactos

O incêndio resultou em prejuízos consideráveis para a Caramuru Alimentos, com a perda de toda a soja armazenada no armazém. Além disso, a ocorrência causou transtornos significativos na região, exigindo a mobilização de várias viaturas e equipes de emergência.

Prevenção e Segurança

Incêndios em armazéns de grãos são incidentes frequentes, especialmente em áreas agrícolas como Mato Grosso. Para evitar tais desastres, é essencial que as empresas implementem rigorosas medidas de segurança. Entre essas medidas estão a instalação de sistemas eficientes de detecção e combate a incêndios, a realização de treinamentos regulares para os funcionários e a manutenção cuidadosa das instalações.

Conclusão: Este incêndio sublinha a importância de protocolos de segurança robustos e a prontidão das equipes de resposta a emergências. A rápida ação dos bombeiros e a colaboração da brigada de incêndio da Caramuru Alimentos foram decisivas para evitar uma catástrofe ainda maior.

-

Redação: radiocuiabanafm.com.br

Clique abaixo e leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *