PF prende dois suspeitos de ameaçar família de Moraes

PF prende dois suspeitos de ameaçar família de Moraes

A Polícia Federal deteve, nesta sexta-feira (31), dois suspeitos de estarem envolvidos em ameaças violentas contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, e sua família.

Uma das prisões foi realizada em São Paulo, enquanto a outra ocorreu no Rio de Janeiro. Esta última envolveu um fuzileiro naval da ativa, de acordo com informações obtidas pela Folha de S.Paulo.

A corporação informou que está cumprindo cinco mandados de busca e apreensão nas mesmas cidades, atendendo a uma solicitação da Procuradoria-Geral da República (PGR). A PF descreveu as ameaças como “violentas” contra os familiares de Moraes.

Em entrevista concedida ao jornal O Globo em janeiro, o ministro Moraes revelou que as investigações sobre os ataques golpistas de 8 de janeiro de 2023 trouxeram à tona três planos para assassiná-lo, incluindo a prisão por forças especiais do Exército e a ocultação do seu corpo.

Moraes é o relator dos inquéritos no STF que miram o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e seus aliados próximos. Ele também atuou como presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), onde combateu a desinformação e a propagação de notícias falsas, especialmente em relação ao sistema eleitoral.

As ações do ministro nas duas cortes desagradaram os bolsonaristas, resultando em ameaças contra ele. O inquérito das milícias digitais, que investiga o planejamento de um golpe de Estado liderado por Bolsonaro e seus aliados, também apura a intenção de retirar Moraes do STF e do TSE.

-

Redação: radiocuiabanafm.com.br

Clique abaixo e leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *