MT cria Coordenadoria de Inteligência na PGE para combater crimes tributários

MT cria Coordenadoria de Inteligência na PGE para combater crimes tributários

O Governo de Mato Grosso criou a Coordenadoria de Inteligência, em parceria com a Polícia Judiciária Civil, com o objetivo de fortalecer as investigações relacionadas a crimes tributários no estado. A criação da Coordenadoria está prevista no Decreto de Lei Complementar nº 791, publicado no Diário Oficial do Estado.

A iniciativa surgiu a partir de trabalhos conjuntos entre a Procuradoria-Geral do Estado e a Polícia Civil para identificar contribuintes que estavam cometendo crimes contra a ordem tributária. Com base nos resultados positivos dessas ações, a delegada-geral da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, Daniela Maidel, propôs oficializar a colaboração. O governador Mauro Mendes autorizou prontamente a criação da Coordenadoria.

O procurador-geral do Estado, Francisco Lopes, será o coordenador-geral de Inteligência e Recuperação Fiscal. Ele nomeará dois delegados, preferencialmente da Delegacia Fazendária, como subcoordenadores. Um dos subcoordenadores se concentrará no apoio finalístico, enquanto o outro se dedicará à contrainteligência.

A criação da Coordenadoria de Inteligência visa integrar informações sobre os contribuintes de forma mais efetiva, a fim de investigar e combater os crimes tributários em Mato Grosso. Essa iniciativa demonstra o compromisso do governo em fortalecer a fiscalização e promover uma maior arrecadação de recursos para o estado.

Procuradora PGR Delegada-geral da PJC, Daniela Maidel, afirma que medida vai reforçar investigações – Foto: Michel Alvim/Secom-MT

“A Coordenadoria deve funcionar como um eixo central para a segurança pública do Estado, reforçando o trabalho que fazemos de investigação de crimes fazendários e representa melhoria contínua dos mecanismos de segurança no Estado”, afirmou a delegada-geral da Polícia Civil.

A Coordenadoria de Inteligência pode formar parcerias com outros órgãos governamentais para utilizar ferramentas, treinamentos e sistemas melhores e superiores.

-

Redação: radiocuiabanafm.com.br

Clique abaixo e leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *