Mercado do algodão mostra oscilações no início de abril

Mercado do algodão mostra oscilações no início de abril

Os valores do algodão em pluma têm experimentado flutuações no início de abril, com a média do Indicador CEPEA/ESALQ situando-se em torno de R$ 4 por libra-peso. Esse valor representa a menor média registrada desde janeiro deste ano. Essa tendência de queda nos preços pode ser atribuída a uma série de fatores que estão impactando o mercado nacional.

De acordo com análises realizadas por pesquisadores do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), os participantes do mercado têm enfrentado dificuldades para chegar a acordos tanto em relação aos preços quanto à qualidade dos lotes disponíveis no mercado interno. Enquanto os vendedores mostram-se mais flexíveis, buscando liquidar o estoque remanescente da safra 2022/23 e/ou obter recursos financeiros, as indústrias estão oferecendo valores ainda mais baixos.

Até mesmo as empresas de trading, que são especializadas na comercialização de commodities, têm reduzido os preços da fibra no mercado nacional em resposta às quedas nos preços internacionais. Essa pressão de baixa nos preços reflete o cenário global, onde diversos fatores, como oferta e demanda, condições climáticas e políticas comerciais, exercem influência direta sobre a cotação do algodão.

Diante desse contexto, o mercado de algodão em pluma permanece volátil e sujeito a flutuações, o que demanda dos participantes do setor uma constante adaptação às condições do mercado e uma gestão cuidadosa dos riscos envolvidos nas transações comerciais. É essencial acompanhar de perto as tendências e tomar decisões estratégicas para lidar com as oscilações do mercado.

-

Redação: radiocuiabanafm.com.br

Clique abaixo e leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *