Lula indica advogado Antônio Fabrício Gonçalves para vaga no TST

Lula indica advogado Antônio Fabrício Gonçalves para vaga no TST

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu indicar o advogado Antônio Fabrício de Matos Gonçalves para assumir uma posição de ministro no Tribunal Superior do Trabalho (TST). O advogado foi selecionado a partir de uma lista de três candidatos enviada pelo próprio tribunal, que incluía também as indicações de Adriano Costa Avelino e Roseline Rabelo de Jesus Morais. A nomeação foi oficializada em uma edição extra do Diário Oficial da União (DOU) publicada nesta terça-feira (30) e agora precisa ser aprovada pelo Senado Federal.

Conforme estabelecido na Constituição Federal, um quinto das vagas no TST é reservado para membros das carreiras da advocacia e do Ministério Público do Trabalho. No caso das vagas destinadas à advocacia, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) elaborou uma lista com seis nomes, que posteriormente foi reduzida a três nomes em uma votação realizada pelos ministros do tribunal, antes de ser encaminhada à Presidência da República.

Antônio Fabrício de Matos Gonçalves ocupou a presidência da seção de Minas Gerais da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MG) de 2016 a 2018. Ele também foi conselheiro federal e presidente da Comissão Nacional de Direitos Sociais da OAB Nacional entre 2019 e 2022, além de ter sido diretor da Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas (Abrat) de 2012 a 2014. Com uma extensa carreira na advocacia trabalhista, ele atuou no Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região e no próprio TST. Possui graduação e mestrado em direito do trabalho pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) e é professor de direito do trabalho tanto na graduação quanto na pós-graduação da mesma universidade. O nome de Antônio Fabrício de Matos Gonçalves conta com o apoio de setores do movimento sindical, como a Central Única dos Trabalhadores (CUT), e tem a simpatia do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

-

Redação: radiocuiabanafm.com.br

Clique abaixo e leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *