Envolvidos em queda de aeronave em Tangará da Serra são presos com armas e mais de 600 munições

Envolvidos em queda de aeronave em Tangará da Serra são presos com armas e mais de 600 munições

Na segunda-feira, 22 de abril, a Polícia Civil efetuou a prisão em flagrante de dois criminosos envolvidos na queda de uma aeronave em uma propriedade rural em Tangará da Serra. A ação ocorreu após os suspeitos serem encontrados em posse de três armas de fogo e mais de 600 munições de diferentes calibres.

As investigações tiveram início quando o proprietário da fazenda comunicou à polícia que dois homens foram vistos em sua propriedade após a queda da aeronave em uma plantação de milho. As supostas vítimas solicitaram ajuda ao gerente da fazenda, e em seguida, foram resgatadas por uma camionete.

Após analisarem um vídeo da aeronave acidentada, os policiais constataram que o avião possivelmente era utilizado para o transporte de drogas, pois estava sem os bancos traseiros. Com as imagens dos suspeitos e informações sobre a camionete utilizada na fuga, os policiais iniciaram as diligências e se deslocaram para a cidade de Campo Novo do Parecis, onde o veículo era registrado.

Durante o monitoramento do endereço, os policiais avistaram os suspeitos, dando início a uma perseguição policial. Durante a perseguição, os suspeitos jogaram objetos pela janela, aparentando ser armas de fogo. Os policiais conseguiram abordar os suspeitos e apreenderam carregadores de pistola 9 mm e uma munição calibre 357 dentro do veículo. Próximo ao local onde os objetos foram jogados pela janela, foi encontrado um revólver calibre 357. A camionete utilizada pelos suspeitos apresentava forte cheiro de entorpecentes (pasta base) e possuía compartimentos falsos nas laterais das portas.

Em seguida, os policiais foram até a residência de um dos suspeitos, onde apreenderam um rifle calibre 22, 588 munições calibre 22, 16 munições calibre 380, uma munição e uma luneta. Uma das armas apreendidas possuía registro de furto.

Os suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Campo Novo do Parecis, onde foram interrogados e autuados em flagrante por porte e posse ilegal de arma de fogo, munições e receptação. As investigações continuam em andamento para identificar o possível envolvimento dos suspeitos com o tráfico de drogas, bem como outros membros do grupo criminoso.

-

Redação: radiocuiabanafm.com.br

Clique abaixo e leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *