1º Campeonato Nacional de Futebol da Advocacia reúne 2 mil participantes em Recife

1º Campeonato Nacional de Futebol da Advocacia reúne 2 mil participantes em Recife

Advogados e advogadas de todo o país estão reunidos em Recife (PE) para o 1º Campeonato Nacional de Futebol da Advocacia. A competição, que terá duração até 2 de junho, é promovida pelo Conselho Federal da OAB, com organização da Coordenação Nacional das Caixas de Assistências dos Advogados (Concad), OAB-PE e Caixa de Assistência dos Advogados de Pernambuco (CAAPE).

Além de inaugurar um evento destinado a unir a advocacia brasileira por meio do esporte, a iniciativa conta com o apoio de duas importantes instituições esportivas do país: a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a Federação Pernambucana de Futebol (FPF). Durante a cerimônia de abertura, realizada na segunda-feira (27/5), na sede da seccional pernambucana, o coordenador nacional das Caixas de Assistência, Eduardo Uchôa Athayde, destacou o compromisso da atual gestão em oferecer eventos que promovam a integração, saúde e bem-estar dos advogados.

“Este campeonato é um marco para todos nós. Nos próximos dias, mais de 2 mil participantes estarão reunidos em Recife não apenas para disputar o primeiro lugar, mas principalmente para criar e fortalecer laços através da paixão nacional que é o futebol”, disse Athayde. “Preparamos este torneio com muito cuidado e carinho. Esperamos que este campeonato se torne uma tradição”, ressaltou.

Fernando Ribeiro Lins, presidente da OAB-PE, enfatizou a importância de trazer o campeonato para Pernambuco. “Estou honrado em poder liderar a OAB em Pernambuco e me dedicar a projetos institucionais que beneficiam nossos colegas. Sabemos das dificuldades e lutas diárias dos advogados, uma profissão que exige muita saúde física e mental. Este evento mostra a força de Pernambuco e o potencial do Conselho Federal em proporcionar iniciativas importantes para toda a advocacia brasileira”, concluiu Lins.

Solidariedade

Devido à crise climática no Rio Grande do Sul, as delegações que representariam a seccional não poderão participar do campeonato. Em solidariedade aos gaúchos, a Comissão de Futebol da CAAPE produziu uma camiseta comemorativa para arrecadar fundos e converter em doações.

“Este evento demonstra a importância da colaboração e tem sido um aprendizado sobre disciplina e integração com nossos atletas. Além disso, a campanha da Comissão de Futebol, que transformou camisas em cestas básicas, é um exemplo de solidariedade que queremos promover na advocacia”, contou a presidente da CAAPE, Anne Cabral.

Recife, a capital do futebol

As partidas acontecerão principalmente no Centro de Treinamento do Retrô FC Brasil, com a final e a premiação das equipes programadas para o Estádio dos Aflitos. As finais serão transmitidas pelo canal da FPF no YouTube.

A competição contará com modalidades de futebol masculino (livre e master) e futebol society (masculino master, super master, sênior e feminino livre). As bolas utilizadas serão oficiais, e os árbitros dos jogos serão designados pela Federação Pernambucana de Futebol.

O campeonato conta ainda com uma mascote oficial chamada “Didi”, uma homenagem à fauna pernambucana, representada por uma onça suçuarana. A escolha da mascote visa simbolizar a força e a agilidade, qualidades valorizadas no esporte e na advocacia.

-

Redação: radiocuiabanafm.com.br

Clique abaixo e leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *