Presidente diz que Câmara seguiu todos os ritos para cassação de petista

Presidente diz que Câmara seguiu todos os ritos para cassação de petista

O presidente da Câmara de Vereadores de Cuiabá, Chico 2000 (PL), afirmou à imprensa que recorrer da segunda cassação sofrida no Legislativo cuiabano “é um direito” da vereadora Edna Sampaio. No entanto, ele enfatizou que a Casa de Leis conduziu o processo de cassação de forma legal, conforme o Regimento Interno.

Edna Sampaio está tentando, mais uma vez, reverter a cassação na justiça, assim como fez em 2023. Segundo Chico 2000, “Recorrer é um direito dela, ela tentou anular os trabalhos da comissão em juízo de primeiro grau, não teve sucesso, ela recorreu ao Tribunal de Justiça, não teve sucesso, daí ingressou judicialmente para tentar anular a sessão da segunda cassação”.

O presidente da Câmara afirmou que “Nós temos certeza que fizemos tudo da forma mais clara possível, temos tudo gravado, todas as atas, toda documentação e lá não tem nenhuma defesa dela, porque ela não quis fazer. Não teve nenhuma juntada de documento dela, mostrando o contrário daquilo que estava sendo argumentado pela acusação”.

Chico 2000 também declarou que “em nenhum momento a vereadora Edna se utilizou do seu direito ao contraditório, promovendo a sua defesa. Ela foi intimada de todas essas fases, algumas dessas recusaram-se ao recebimento das notificações e aí foram lavradas certidões, em razão de que as diligências foram realizadas por servidores efetivos desta casa”.

-

Redação: radiocuiabanafm.com.br

Clique abaixo e leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *