O milho apresenta baixa liquidez no mercado e preços em queda

O milho apresenta baixa liquidez no mercado e preços em queda

A comercialização interna de milho no Brasil está enfrentando um cenário de reduzida atividade e queda nos preços, especialmente na região Centro-Oeste. Os compradores estão adiando a aquisição de grandes volumes, na expectativa de obter condições de negociação mais favoráveis nas semanas seguintes. Essa decisão é motivada por diversos fatores, incluindo o início da safra de verão, as condições climáticas favoráveis para a segunda safra do cereal no país e a possibilidade de liberar espaço nos armazéns.

De acordo com os dados divulgados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) até 31 de março, aproximadamente 98,7% da área destinada ao cultivo da segunda safra de milho já havia sido plantada em todo o território nacional. No que se refere à safra de verão, cerca de 46,4% da área total já havia sido colhida até a mesma data, também de acordo com a Conab.

Essas informações indicam que a oferta de milho no mercado está aumentando devido ao avanço das safras, o que pode resultar em uma diminuição dos preços. Os compradores estão aproveitando esse contexto para adiar suas compras e buscar condições de negociação mais favoráveis. No entanto, é importante ressaltar que as condições do mercado são suscetíveis a mudanças ao longo do tempo, influenciadas por diversos fatores, como variações climáticas, demanda interna e externa, políticas governamentais e eventos econômicos globais. Portanto, é importante acompanhar de perto as tendências do mercado para tomar decisões informadas.

-

Redação: radiocuiabanafm.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *