Menina viraliza ao mostrar condição de ‘síndrome de Lobisomem’

A família da pequena Adik Missclyen, de dois anos, passou a produzir conteúdos para as redes sociais como forma de conscientizar as pessoas sobre a síndrome rara da menina, na Malásia. A hipertricose faz com que pelos cresçam de maneira desordenada pelo corpo da criança, com foco para o rosto.

Além do volume de cabelo, Adik nasceu sem nariz e precisou ser operada para abrir canais de respiração logo após o parto. De acordo com o site The Mirror, a ‘síndrome do lobisomem’ pode aparecer imediatamente após o nascimento ou pouco mais tarde, ainda na primeira fase da infância. Com causa desconhecida e sem tratamento, afeta homens e mulher igualmente.

Apesar de chamar atenção, a condição não impede o desenvolvimento normal e saudável da criança. Um vídeo publicado no TikTok acumula mais de três milhões de curtidas.

Preocupados com o preconceito que a menina já sofre, os pais Roland Jimbai, de 47 anos, e Theresa Guntin, 28, antes tinham receio de levá-la à rua, devido aos olhares curiosos e declarações desagradáveis que já ouviram.

No entanto, com o passar do tempo, o casal decidiu fazer justamente o oposto. Agora, eles publicam vídeos e fotos de Adik na internet e costumam passear com ela em tentativa de desmistificar a doença.

Fonte ;Jk

- -

Redação: radiocuiabanafm.com.br

Clique abaixo e leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *