IGP-M cai 0,47% em março de 2024

IGP-M cai 0,47% em março de 2024

O índice geral de preços mercado (IGP-M) é um indicador econômico que mede a variação de preços no mercado. Ele é calculado pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e é amplamente utilizado como referência para reajustes de contratos, especialmente no setor imobiliário. De acordo com os dados divulgados pela FGV, o IGP-M registrou uma queda de 0,47% em março. Essa queda representa uma desaceleração em relação à deflação de 0,52% registrada no mês de fevereiro.

A queda observada em março foi mais intensa do que o esperado pelos economistas consultados em uma pesquisa da Reuters, que previam uma baixa de apenas 0,22% no índice neste mês. O índice de preços ao produtor amplo (IPA), que tem o maior peso no cálculo do IGP-M (60% do índice), registrou uma queda de 0,77% em março, desacelerando em relação à queda de 0,90% observada em fevereiro. O IPA mede a variação dos preços no atacado e é influenciado por diversos fatores, como commodities e produtos agrícolas.

Segundo André Braz, coordenador dos índices de preços da FGV, a queda no índice em março foi influenciada pela tendência ascendente nos preços de alimentos in natura, que foi compensada pelo desempenho de commodities importantes no IPA, como o minério de ferro, café e arroz em casca, que tiveram variações menos expressivas. O índice de preços ao consumidor (IPC), que tem um peso de 30% no IGP-M, registrou uma desaceleração na alta, passando de 0,53% no mês passado para 0,29% em março. O grupo que teve o maior impacto nessa desaceleração foi o de Educação, Leitura e Recreação, que passou a apresentar uma queda de 1,85% em março, em comparação com a alta de 0,11% registrada em fevereiro. O item que mais influenciou essa queda foi o preço das passagens aéreas, que acelerou sua queda de 4,78% para 10,53%.

Por fim, o índice nacional de custo da construção (INCC), que tem um peso menor no cálculo do IGP-M, registrou um avanço de 0,24% em março, em comparação com o avanço de 0,20% registrado em fevereiro. Vale ressaltar que o IGP-M calcula os preços ao produtor, consumidor e na construção civil no período compreendido entre o dia 21 do mês anterior e o dia 20 do mês de referência. Esse índice é utilizado como referência para reajustes de contratos, como aluguéis e tarifas públicas.

VEJA TAMBÉM O VÍDEO ABAIXO

Redação: radiocuiabanafm.com.br

Clique abaixo e leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *