Governador de MT propõe perda de terras para quem desmatar ilegalmente o Cerrado

Governador de MT propõe perda de terras para quem desmatar ilegalmente o Cerrado
 Foto: reprodução Secom-MT

Durante uma reunião realizada no Palácio do Planalto, em Brasília, o governador Mauro Mendes expressou seu apoio a medidas rigorosas para combater o desmatamento ilegal no Cerrado. Ele propôs a aplicação da perda de terras como uma punição para aqueles que agirem de forma ilegal. Essa proposta foi apresentada publicamente nas recentes Conferências Mundiais do Clima, realizadas no Egito (COP 27) e em Dubai (COP 28).

Mauro Mendes argumentou que a aplicação da mesma penalidade estabelecida pela Constituição para crimes relacionados ao cultivo de maconha ou à produção de cocaína poderia ajudar a erradicar o desmatamento ilegal. Ele ressaltou a necessidade de desenvolver novos mecanismos para combater esse crime em todo o país. Além de destacar a ameaça à biodiversidade do Cerrado, o governador ressaltou que o desmatamento ilegal também afeta a competitividade do setor do agronegócio. Ele afirmou que esse crime ambiental prejudica a principal atividade econômica do Brasil e compromete a reputação do país nos mercados internacionais.

Mauro Mendes enfatizou a importância de penalizar os infratores como forma de proteger a maioria que atua dentro da legalidade. Ele argumentou que é preferível punir os 2% que cometem infrações a fim de evitar prejuízos ao comércio internacional no setor do agronegócio, o qual desempenha um papel fundamental na economia de Mato Grosso e de outros estados onde essa atividade é desenvolvida.

VEJA TAMBÉM O VÍDEO ABAIXO

Redação: radiocuiabanafm.com.br

Clique abaixo e leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *