Comercialização de água mineral é suspensa em Mato Grosso devido a resultados laboratoriais insatisfatórios

Comercialização de água mineral é suspensa em Mato Grosso devido a resultados laboratoriais insatisfatórios

A venda e o consumo da água mineral Finíssima foram proibidos em todo o estado de Mato Grosso devido a problemas detectados durante análises laboratoriais conduzidas pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Mato Grosso (Lacen-MT). A suspensão foi determinada pela Coordenadoria de Vigilância Sanitária em resposta aos resultados insatisfatórios encontrados.

Durante as análises, foram identificadas colônias de coliformes totais e Escherichia coli nas amostras dos lotes 475 e 479 do produto. Após receber uma denúncia por e-mail, os agentes realizaram uma inspeção sanitária nas instalações da empresa responsável pela água mineral Finíssima. Com base nos resultados das amostras coletadas e nas análises laboratoriais, foi decidido suspender imediatamente o envase, a comercialização e o consumo da água mineral Finíssima.

A empresa foi notificada, autuada e teve suas atividades interditadas temporariamente para garantir a segurança e a integridade dos consumidores. Alessandra Moraes, superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado de Saúde (SES), ressaltou a importância de os consumidores não consumirem nem adquirirem a água mineral Finíssima.

Uma Nota Técnica também foi enviada aos 16 Escritórios Regionais de Saúde de Mato Grosso, para que as informações técnicas sejam divulgadas às Vigilâncias Sanitárias Municipais das áreas afetadas, a fim de efetivar a suspensão local da comercialização do produto.

É fundamental destacar que as informações fornecidas estão baseadas no texto que você compartilhou e podem não refletir os acontecimentos mais recentes ou possíveis desenvolvimentos posteriores. É recomendado buscar fontes oficiais ou atualizadas para obter informações mais precisas sobre o assunto.

-

Redação: radiocuiabanafm.com.br

Clique abaixo e leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *